Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


08 março 2012

IMPRESSÕES LIGEIRAS SOBRE O "VAMPIRO" DE DAMACENO


 fui ver a peça do damaceno, "para o vampiro - variações n.º 1", sábado, no novelas curitibanas.

gostei bastante.

na minha opinião, a peça se adequa ao novelas de maneira impecável, eles fazem uso do edifício teatral
de um modo bem inteligente, criando um clima de aconchego, ao mesmo tempo em que chove (literalmente) nas janelas do quarto/escritório que montam. a técnica é impecável: sonoplastia, luz, cenografia e figurinos são precisos, elegantes, corretos.
a dramaturgia discute a espetacularização banal de certos textos teatrais, o plágio, a feitura de trezentas peças desprezíveis por ano, o fazer qualquer coisa para atingir o sucesso nos palcos. sobram farpas - tapas igualmente elegantes - para fianes e outras figuras (uns pela multiplicação de espetáculos banais, outros pelo endeusamento e vampirização de histórias alheias).
a questão do pagar ao público (para quem não sabe, eles estão pagando os espectadores - R$4,00 ou R$2,00 - que vão assistir a peça) se justifica no enredo. espero que essa prática não vire regra, já pensaram termos que pagar para atrair público?
o elenco mantém o nível alto: rosana stavis dispensa comentários, pois é sempre impressionante; o samir se esgoela em longos solilóquios difíceis de segurar, mas ele segura e não perde a linha em nenhum momento, na apresentação que vi.
o destaque fica por conta de maia piva: contracenando com rosana ela poderia ter ficado intimidada, o que não acontece. a moça solta a voz e proporciona o momento mais belo do espetáculo, quando canta perto do fim.

a peça vale a pena de ser vista. continua em cartaz por mais dois finais de semana.
dica: no sábado começa às 20hs, então é preciso chegar um pouco antes das 19hs - abertura da bilheteria - porque há poucos lugares e a concorrência é grande.