Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


03 março 2010

moderninho inconsistente somos todos ribossomos nas nuvens do google se ele é deus somos humanos e nada mais se discute precisa de atitude pra inverter meu contra-feito celema de impleitude no meu peito semi-aberto o sêmen corre à larga na longa estrada da vida some a soma da celeuma irmã divina de monta contida ah, esqueça os rituais as missas as rezas benditas beba álcool no mercado no posto octanos de gasolina a vida, ah a vida segue seu rumo ruidoso um dia gozamos o gozo noutro assassinos nos pegam na esquina fuja loka, EU fujo salvo a pele não viro pandéco não vou lá no seu maneco e sigo sozinho percorro o mundo a lua me olha muito afetada tomado de anfeta beneditrina quero ser a Christiane F. mandar um pico cair na latrina como Bob ter o meu pé amputado (ops!) virar um deputado ter puta pra toda vida almoçar no McDonalds na praia jogar biriba mas não quero a constância não quero a segurança das segundas-feiras quero vestir hábito de freira pôr o kilt tocar o meu foley tocar o meu foda-se na roda de bamba não ser nunca mais a criança esquecida na estação de trem quero sub sobre tudo supôr suar na pugna diária da vida mudar constantemente a cabeça virá-la a cada subida afirmar o que antes negava perder-me no vão da bebida ....

Nenhum comentário:

Postar um comentário