Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


19 outubro 2009

PEQUENA DEFESA DO ABSTRATO

muitos afirmam não gostar dessa arte "maluca", que é o abstracionismo. pessoas que não conhecem a história da arte, por isso não sabem da riqueza, da diferença existente entre ela e a arte figurativa. e é muito difícil que a gente goste de algo que a gente não conhece. o fato é que a fotografia, surgida no começo do século XIX, ali por 1800evinte-e-pouco, permitiu à pintura, principalmente, se libertar da "obrigação" de ter que registrar representar retratar fielmente pessoas e paisagens. a fotografia, por ser muito mais "real", por passar uma impressão de realidade muito maior acabou libertando a pintura para outras possibilidades. uma quebra de paradigma. isso dito, quando diante de um quadro, os de pollack, por exemplo, que utilizava da técnica "action painting", devemos ter em mente essas diferenças. o interessante nesse tipo de arte é outra coisa, certamente não a mesma de uma arte "tradicional", figurativa. o que importa aqui, na verdade, é mais o processo do que a representação. o fato é que a pira é outra. não se pode usar a mesma medida para os dois tipos de arte. há de se usar réguas diferentes. de se ter em mente a história da arte e as diferenças existentes entre as várias escolas. enfim, de ter o contexto, no qual se deu a criação, em mente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário