Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


25 julho 2009

(para William Teca) vivo preso num conto de bukovski - ou em todos ontem finalmente, como há muito esperava, (mas não desejava) o sussurro de capuz sorriu pra mim num bar ergui os olhos amedrontado e tentei correr, mas fui in---ter cep ta---do pelas mãos do carrasco. Q de arrasto me trouxe novamente para o bar repousou a foice ao lado : me vi com as mãos e os pés atados ; dava-me grandes goles de destilado direto na boquinha bastardo! se eu pude-se estrangulá-lo... na boca enfiava-me o gargalo pôs mais e mais e mais pinga em minhas veias rápido me vi embriagado tentei pará-lo : cuspi em sua face desbotada. ele tinha ganchos e me abriu os dois cantos da boca - ao estilo laranja mecânica - enfiou mais álcool na cara escanCARAda mais garrafas chegaram; não mais fazia distinção. whiskey vermut conhaq abria e derramava queimaaaaannndo direto na garganta [ é preciso dizer: nunca fui um santo . sempre tive no bar o lar q em nenhuma casa tive mas precisava judiar? ] já entregue , sem forças , vi a lâmina suspensa no ar: uma vírgula certinha , COMA aqui jazendo nessa cama uma formosa dama (o xale na cabeça) vem me visitar..... o sussurro de capuz sorriu pra mim num bar

2 comentários:

  1. ulálá, não sei se fora uma homenagem ou uma crítica. abração.

    ResponderExcluir
  2. ambos, certamente...
    a vc e a mim mesmo!

    abs

    ResponderExcluir