Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


19 maio 2009

NOTAS PARA UM ARTIGO

Qual a função do teatro? Falar a respeito da função do teatro sugere iniciar por falar a respeito do que não seria a sua função. Por exemplo, ao contrário da prática que se vislumbra em diversas companhias, profissionais e amadoras, ao redor do mundo: a de utilizar o fenômeno teatral com vistas apenas à manutenção dos empregos de seus corpos efetivos, ou seja, a intenção primordial de simplesmente dar trabalho a atores, diretores e técnicos. Muito mais interessante é pensar o teatro como Arte, em seu sentido mais amplo, e em suas relações com a experiência humana, a partir de diferentes aproximações (científica, filosófica, ou, neste caso, artística, por exemplo). Desse modo, a função do teatro liga-se a algo mais visceral, liga-se à capacidade intrínseca do ser humano de testar, errar, consertar, e aprender com tal encadeamento de ações. Visto que o jogo, a brincadeira, o lúdico são inerentes ao ser humano, fica clara a predisposição das pessoas ao fenômeno teatral, embora tal predisposição não explique sua função; contudo, esclarecedor é verificar em que medida essa boa vontade preliminar das pessoas garante o desenvolvimento satisfatório do que talvez seja a função do teatro: a de retirar-lhes, temporária e relativamente, do círculo rotineiro que engendra suas vidas. O teatro existe para nos fazer refletir a cerca daquilo que sozinhos não conseguiríamos, ou que conseguiríamos apenas em troca de exaustivo esforço intelectual. A função social do teatro seria a troca entre cidadãos e atores (também cidadãos), que compartilham mensagens, divertem, fazem pensar, partilham cultura. O teatro é, pois, formador de opinião e espelha a sociedade, ao mesmo passo em que dita como será essa sociedade (utópico isso). Lembrando que o “ser ator” é colocar algo em ação, que é ser um ente que comunica uma idéia a um público, seres (humanos) de mente aberta, sem medo de descobertas, e que sentem necessidade dessas descobertas, de sentir, enfim, de experienciar, que apreciam desafios e que têm vontade de absorver e retransmitir cultura, a função do teatro seria a de criar, no mais das vezes a partir de um texto, uma manifestação (artística), e através do ator passar, trocar vivências com aqueles que pactuam do jogo através da proximidade das relações. Sem perder de vista que o teatro é, entre todas as artes, a última a se inovar, a inscrever-se nas vanguardas, logo é a que está mais próxima do tempo presente, e assim mesmo, segue avançando. É como uma ponte entre o hoje e o daqui a um tempo, de modo diferente das outras artes, em que vemos artistas muito a frente de seu tempo e que serão compreendidos e apreciados muitos anos após sua morte (vide as artes plásticas, por exemplo) Desse modo, pode-se afirmar que a função do teatro liga-se, na verdade, a três palavras: pensamento, entretenimento e transcendentalidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário