Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


06 abril 2009

"um prato fundo pra toda fome que há no mundo!" (Balero) O tempo me espreme contra a parede não há como escapar. Por mais que eu acelere é apenas uma rua de cada vez, uma xícara de café de cada vez, um sonho concretizado de cada vez. Ao menos se eu tivesse filhos... (mas pôr filhos neste mundo de merda é pedir pra sofrer, inevitavelmente se arrepender) Mas ao menos se eu tivesse filhos talvez perdesse este medo da morte Que me consome De mim se apodera Faz eu correr mais e mais. E por mais que apresse as coisas volto sempre ao mesmo lugar. Ora, o mundo é circular! Seria possível voltar a ser o que era? Mas não posso reclamar Ao menos não tive filhos O que seria deles neste mundo de merda? E ao menos tenho no lugar as duas pernas. E já que correr não adianta mesmo Por que não... caminhar? Ir devagar admirando a paisagem o cabelo ao vento e viver como quem nunca teve um prato raso em sua mesa...

2 comentários: