Loading...

It's been a hard days night!

Têm dias em que a noite é foda.


17 junho 2008

certa vez numa mesa de bar, entre conhaques e cervejas em plena luz do dia e calor exorbitante, o querido amigo e poeta Jorge Barbosa Filho, me deu de presente o seguinte poema: LUA NOVA Eu não queria ir embora embora te esperasse aqui e de tudo em volta. Esse em volta, traz em si meu silêncio mundo afora a fora a ânsia da demora a demora não adiantou insistir; Jorge se levantou, tomou o gole derradeiro e partiu cambaleando em meio aos carros da Doutor Faivre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário